Naomi & Eli e a Lista do Não Beijo (David Leviathan e Rachel Cohn)

NAOMI_E_ELY_E_A_LISTA_DO_NAOB_1433714815453225SK1433714815B

Autor: David Leviathan e Rachel Cohn

Ano: 2015

Resenha: Eu vejo a nota desse livro no Skoob e penso o quanto subestimado ele é. David Leviathan é conhecido por escrever sobre personagens homossexuais, escreveu com John Green o Will & Will, é autor de Dois Garotos Se Beijando, e o recém lançado Me Abrace  Mais Forte.

Eu não li muitos desses livros (e até tive uma experiência difícil com Will & Will), mas sei que quando se trata de diversidade e LGBT, David Leviathan é um dos principais nomes da literatura jovem adulta.

Naomi & Ely e a Lista do Não-Beijo é sobre dois melhores amigos, que são amigos de infância, e Naomi sempre foi apaixonada por Ely, só que ele é gay. Mas tudo bem, por ela espera que um dia ele perceba que a ama eternamente e eles ficarão juntos. Mas como Ely é gay, juntos eles elaboraram uma Lista do Não-Beijo, que é uma lista de caras que os dois acham maravilhosos e portanto nenhum deles deveria ficar. Só que Ely acaba beijando alguém que estava proibido e aí começa uma guerra entre ele e Naomi.

É evidente o quanto de cada autor esse livro têm. Ely foi obviamente e muito bem escrito pelo David Leviathan e Naomi por sua vez foi incrivelmente bem desenvolvida pela Rachel Cohn. Essa é a segunda colaboração deles, Nick & Norah sendo a primeira, e demonstram muita familiaridade e entrosamento na escrita.

O enredo é bem construído, rápido de ler e envolvente em todos os sentidos, todos os personagens tem seu momento de brilhar, uns mais do que outros, mas na medida certa.

Apesar de sabermos quem pensou e deu voz aos dois personagens principais, a escrita é muito fluida, não estando expressamente demarcado onde um autor começa e outro termina. Na narrativa, a mudança de ponto de vista foi um recursos extremamente bem trabalhado, sempre alternando nos momentos certos e acabamos amando todos os personagens, sem enjoar de nenhum.

É interessante como no começo achamos a Naomi completamente iludida e fora de realidade por alimentar essa esperança de que Ely será perceber seu amor eterno por ela, mas então aos poucos vamos entendendo toda essa história deles terem prometido se casarem na infância e isso era importante para eles. Abandonar sonhos da infância faz parte de crescer e esse livro explora isso de maneira leve, simples e adorável ❤

A relação da Naomi com a mãe é maravilhosa, principalmente, próximo do final do livro, em que Naomi dá uma lição de moral da mãe e diz que ela deve abandonar essa esperança de que o pai dela vai voltar e apenas seguir com sua vida, sem ele. É lindo que na verdade, ela está falando de si mesma também, que ela também tem que abandonar a esperança de viver feliz para sempre com o Ely </3

Até os personagens coadjuvantes, os Robins, tem um momento muito especial e intrigante, que me deu vontade de ver mais sobre eles ❤

O porteiro gostoso, Gabriel também tem um momento lindo, em que os autores conseguem tanto aprofundar um personagem com apenas um capítulo para ele ❤

Recomendo também o filme Naomi & Ely lançado pela Netflix que teve roteiro escrito pelo David Leviathan e é um maravilhoso complemento ao livro, mostrando mais algumas cenas interessantes sobre os personagens, e tem a belíssima Victoria Justice como Naomi ❤

Nota: 5/5

Anúncios

Um comentário sobre “Naomi & Eli e a Lista do Não Beijo (David Leviathan e Rachel Cohn)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s