Stalker

Poema criado por mim. Todos os “personagens” (ou seja, o eu-lírico) são meus.

Perseguidor

O monstro que me persegue na escuridão
Está com fome
Já faz 45 dias desde que vi sua sombra
Pela última vez
Duvido que ele tenha coragem para atacar
Ele é sua vergonha de seu mestre
E o suposto herói de seus aprendizes.

Temos ignorado nossa presença,
Aparentemente, enquanto ele procura
Por outras vítimas,
Preparo-me para sua próxima emboscada,
Procuro por meios de defesa,
Mas fica cada vez mais difícil
Fugir do encontro dos seus olhos.

Ora fora, meu anjo,
Agora meu pesadelo
Caça minha alma como se não quisesse perdê-la
Pior do que isso:
Não quero me deixar perder.
Meu assassino, meu amante.

Último verso inspirado na música do Placebo: “Battle For The Sun”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s