SONGFIC – Brick

A estória não me pertence e não lucro com ela.

Música de Ben Folds Five.

Escute a música:

Brick

Six am day after Christmas (Seis da manhã do dia depois do Natal)

I throw some clothes on in the dark (Eu vesti algumas roupas no escuro)

The smell of cold (O cheiro de frio)

Car seat is freezing (O assento do carro está congelando)

The world is sleeping (O mundo está dormindo)

And I am numb (E eu estou paralizado)

Natal. Uma época em que sentimos o ar ficando cada vez mais frio. E muito mais frio. Após acordar, peguei algumas roupas no escuro. Não iria acordá-la. De jeito nenhum.

Me dirigi ao carro. Congelado. A palavra certa para descrever o estado de seu assento em que sentei.

Percebi o estado de calmaria em que a cidade se encontrava. Era um dia após o Natal, ninguém acordava tão cedo logo no dia sucedente ao Natal. Silencio, creio que talvez fosse tudo o que eu precisava.

Up the stairs to her apartment (Suba a escada para o apartamento dela)

She is balled up on the couch (Ela está arrebentada no sofá)

Her mom and dad went down to Charlotte (A mãe e o pai dela foram para Charlotte)

they’re not home to find us out (eles não estão em casa para nos descobrir)

And we drive (E nós dirigimos)

No andar de cima, ela estava largada no sofá. Dormindo profundamente. Provavelmente, nada a acordaria. Dormindo de maneira que, se alguém a visse, pensaria que ela estava desmaiada.

E não havia ninguém em casa. Seu pai e sua mãe haviam viajado. Não havia ninguém para descobri-la em tal estado, ninguém para nos perceber. Então vagávamos. Arranjávamos problemas, brigávamos e nos embebedávamos na rua e voltávamos para casa para no outro dia recomeçar tudo de novo.

Now that I have found someone (Agora que eu encontrei alguém)

I’m feeling more alone (Eu estou me sentindo mais sozinho)

Than I ever have before (Do que eu jamais me senti antes)

She’s a brick and I’m drownin’ slowly (Ela é fria e eu estou afundando lentamente)

Off the coast and I’m headed nowhere (Fora do litoral e eu estou me dirigindo a lugar nenhum)

She’s a brick and I’m drownin’ slowly (Ela é fria e eu estou afundando lentamente)

Antigamente, eu costumava dizer o quanto eu precisava de alguém especial. Alguém com quem dividir a vida, um relacionamento no qual eu pudesse entrar de cabeça. Então encontrei-a. Apenas para descobrir o quão errado estava. Não importava o quanto eu estivesse mais solitário antes, eu não a amava.

Eu simplesmente achava que a velhice iria me alcançar um dia, na verdade, eu a sentia chegando. Cada vez mais perto… E não iria passá-la sozinho. Desde o começo, tudo o que eu sempre quis era ficar com alguém, não importava quem fosse. Vejo hoje que nunca gostei dela, seus hábitos me incomodam e isso está ficando cada vez mais insuportável e imanejável.

Sinto que ela não me ama também, ela está cada vez mais indiferente à mim. Cada vez mais dura e amarga. Fria. E eu estou ficando cada vez mais preso neste relacionamento, me aprofundando cada vez mais.

They call her name at seven-thirty (Eles chamam seu nome às sete e meia)

I pace around the parking lot (Eu passeio pelo estacinamento)

and I walk down to buy her flowers (e eu desço para comprar flores para ela)

And sell some gifts that I got (E vendo alguns presentes que ganhei)

Can’t you see, (Você não consegue ver)

It’s not me you’re dying for (Não é por mim que você está morrendo)

Now she’s feeling more alone (Agora ela está se sentindo mais sozinha)

Then she ever has before (Do que ela jamais se sentiu antes)

Imagino-os chamando por seu nome uma hora e meia depois de eu partir, enquanto estava rondando pelo estacionamento.

Saio do carro, irei comprar flores para minha esposa. Algo absurdamente normal. Normal demais para nós dois. Aproveito para vender alguns presentes estúpidos que recebi, presentes cada vez mais inúteis.

Será que ela não percebe que não conseguiremos continuar assim? Ela não irá morrer sem mim. Sei disso. Não dependemos um do outro para nada. Talvez ela sofresse da mesma coisa que eu quando nos casamos. Talvez ela estava sofrendo da mesma coisa que eu. Talvez agora que estamos juntos ela está cada vez mais fincada em seu próprio mundo, ficando cada vez mais sozinha.

She’s a brick and I’m drownin’ slowly (Ela é fria e eu estou afundando lentamente)

off the coast and I’m headed nowhere (Fora do litoral e eu estou me dirigindo a lugar nenhum)

She’s a brick and I’m drownin’ slowly (Ela é fria e eu estou afundando lentamente)

Acho que a única reação que ela consegue esboçar sobre nossa situação é a indiferença. Age como gostaria de estar: sozinha. De novo.

Enquanto eu, bom, eu apenas não faço nada a respeito. Atormentando-me com meus pensamentos e penso em nada a não ser no quanto estou infeliz e vai piorando. Eu vou me destruindo e mergulhando em um mar de dor infindável.

As weeks went by (Enquanto a semana passa)

It showed that she was not fine (Isso vai mostrando que ela não está bem)

They told me, “Son it’s time to tell the truth,” and (Ele me disseram, “Filho, está na hora de contar a verdade,” e)

She broke down and I broke down (Ela se despedaça e eu me despedaço)

Cause I was tired of lyin’ (Porque eu estava cansado de mentir)

No decorrer de nossos primeiros dias, semanas iam se passando. Dia após dia, íamos nos odiando cada vez mais. E ela começava a se revoltar, ela ia retratando que não estava bem. O quanto nada estava bem para ela.

E as pessoas me dizem para acabar, encarar o fato de que não dá mais. Está tão óbvio que todos crêem que não há jeito, que todos já perceberam. E todos me dizem a mesma coisa. Está na hora de contar a verdade.

Então ela se desespera e eu me desespero porque percebemos o quanto estávamos cansados de mentir.

Driving back to her apartment (Dirigindo de volta para o apartamento dela)

For the moment we’re alone (Por um momento nós estamos sozinhos)

and she’s alone (e ela está sozinha)

and I’m alone (e eu estou sozinho)

Now I know it (Agora eu sei disso)

Voltando para seu apartamento, noto que por um momento estamos do jeito que gostaríamos de estar. Ela está sozinha, eu estou sozinho. Apenas agora eu percebo este fato.

she’s a brick and I’m drownin’ slowly (Ela é fria e eu estou afundando lentamente)

off the coast and I’m headed nowhere (Fora do litoral e eu estou me dirigindo a lugar nenhum)

she’s a brick and I’m drownin’ slowly (Ela é fria e eu estou afundando lentamente)

Dedico ao Ben Folds, fez com que me interessasse cada vez mais por teclado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s