A Torre Acima do Véu (Roberta Spindler)

imagem

Autor: Roberta Spindler

Ano: 2014

Resenha: Roberta Spindler também é coautora da série de fantasia Contos de Meigan, uma que eu gostei muito, muito, e fiquei orgulhosa de ser conterrânea das autoras ❤ (minhas observações sobre o primeiro livro dessa série pode ser encontrada no skoob) Assim, com essa expectativa de já ter lido algo dela, comecei a ler seu novo romance, A Torre Acima do Véu.

A Torre Acima do Véu se passa em um universo em que as cidades entre Rio de Janeiro e Buenos Aires foram tomadas por uma névoa venenosa, obrigando os cidadãos dessas cidades a morarem em megaedifícios de mais de 300 andares, que formam a megacidade Rio-Aires. O maior e principal megaedifício é a Torre de Comando, onde o mora o Presidente Emir, um jovem que herdou o título do pai, que foi o idealizador da Torre. Ao redor da Torre, os edifícios são divididos por setores, sendo 1 a de pessoas que vivem com maior conforto e segurança e a 4 a de pessoas que vivem menos. (Você pode entender melhor como funciona essa história de Zona visitando o blog da autora, ela explica de maneira muito legal e ainda tem um MAPA *-*-* que totalmente deveria ter ido pro livro)

Enfim, a personagem principal da história é Beca, uma adolescente, que cresceu como um tipo de “caçadora de recompensas”, que trabalha com o pai e o irmão, Edu. Eles arrumam coisas valiosas da era de Antes do Véu e as vendem ou trocam no mercado negro. Um dia, o pai de Beca chega com uma missão para recuperar um cubo de luz misterioso, nessa missão eles se unem a Rato, um jovem traiçoeiro que também trabalha no ramo. Depois da missão, em que acabam perdendo o cubo, eles descobrem que na verdade o cubo de luz pode conter informações sobre a origem da névoa e as criaturas que a habitam, os Sombras. Como eles perderam o Cubo de Luz, Emir lhes passa uma missão ainda mais perigosa, que pode levar a mais descobertas sobre a Névoa contagiosa, que mudou suas vidas.

Continuar lendo

Anúncios